Época 2019: um novo começo

Começa oficialmente amanhã a preparação para a época de 2019.

Depois de um mês de descanso e recuperação, regresso a partir de amanhã aos treinos estruturados com vista à preparação para as provas do próximo ano desportivo. A motivação está de novo em alta e os objectivos para a nova época já estão delineados.

A primeira prova em que irei participar será o Montemuro Granfondo, no dia 14 de Abril de 2019 e foi a apontar para um pico de forma nessa data que tracei o plano de treinos.

Três semanas depois, a 5 de Maio, será dia de regressar pela quarta vez à Régua, para o Love Tiles Douro Granfondo. É uma das provas em que faço questão de participar todos os anos, não só pelo desafio e dureza da mesma, mas também para poder desfrutar das belas paisagens oferecidas pelo Alto Douro Vinhateiro.

Depois de uma semana de repouso para retemperar as energias, inicio nova preparação a apontar para o Granfondo Serra da Estrela, a 7 de Julho. Não escondo que esta é para mim a principal prova do ano, por ser a mais dura e aquela que nos leva ao ponto mais alto de Portugal Continental. É uma prova onde somos levados ao limite das nossas capacidades e por isso a sensação de conquistar a Torre é indescritível. Só quem o faz sabe daquilo que falo! É também uma prova que me favorece por terminar em alto. E a julgar pelas informações que já se vão sabendo, em 2019 espera-nos talvez a subida mais dura de Portugal Continental. Serão 30kms de subida, com início em Vide e final no alto da Torre.

A primeira parte da época fica assim concluída após a prova da Serra da Estrela, estando previsto o regresso às provas apenas em Setembro, possivelmente no Monção e Melgaço Granfondo, a 22 de Setembro. Foi uma das novidades deste ano e uma prova que gostei muito de fazer.

Para já o calendário de provas será este, embora estejam outras em equação, mas pelo facto de não serem provas prioritárias, deixarei a decisão de participar para mais junto à data. Estou bastante curioso com os novos Granfondos da Lousã e da Sr.ª da Graça...

Os objectivos para estas provas passarão sempre por melhorar os resultados deste ano, o que a acontecer, me permitirá já pensar em entrar num top 50 em algumas delas. Sou realista, os números não mentem e sei que estou ainda muito longe de quem anda no grupo da frente, mas com trabalho e dedicação sei que vou conseguir chegar mais perto.


Ontem foi dia de aferir o ponto de partida para a nova época. Fui até ao Caramulo ver como estava o FTP, para redefinir as zonas de treino. Foram 20 minutos à média de 271W, o que depois de descontados os 5% da fórmula de calculo, dá um FTP de 257W. Inicio a época com mais 19W de FTP do que no ano passado e com menos peso, tendo neste momento uma relação peso/potência de 4.2W/Kg.

Em termos de treino estou a apontar para seis por semana, cinco na bicicleta e mais um para trabalho de força. Será basicamente trabalho na Zona 3 e Sweetspot no Turbo Trainer, e trabalho de Endurance na rua. O objectivo nesta fase é subir o FTP e recuperar a endurance que perdi neste tempo de paragem.

No final de cada semana pretendo deixar aqui um resumo do trabalho realizado, mas poderão acompanhar diariamente os treinos através do Strava ou na página do Facebook.


Ao trabalho!

  • Também no Facebook
  • Grey Instagram Icon
  • Grey YouTube Icon

©2018 by Cycling Domestique. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now